• Equipe Sputnik Consulting

LAVROV NO BRASIL: Segurança no Golfo Pérsico

O ministro das relações exteriores da Rússia, Serguey Lavrov, fez declarações na sexta-feira, 26.07.19 durante encontro com seus homólogos do BRICS no Brasil.


O ministro das Relações Exteriores da Rússia ressaltou que as medidas anti-iranianas de alguns países levaram a uma forte escalada de tensão na região. O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, falando sexta-feira em uma reunião do Conselho de Ministros das Relações Exteriores dos países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul), pediu que os parceiros apoiem o conceito russo de segurança coletiva no Golfo Pérsico. "A Rússia deseja a mais rápida normalização da situação nesta região [do Golfo Pérsico]. Para isso, há vários anos, formulamos o conceito de garantir a segurança e a cooperação coletivas no Golfo Pérsico. Todos os nossos colegas do BRICS têm o texto deste conceito. Esperamos o seu apoio". - ele disse. Lavrov sublinhou que os passos anti-iranianos de alguns países levaram a uma escalada acentuada de tensão na região. "O desenvolvimento dos eventos levou a uma linha perigosa, repleta do risco de um confronto militar em grande escala. Isso não deve ser permitido em nenhum caso", afirmou o ministro russo das Relações Exteriores. Em 23 de julho, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia introduziu o conceito de segurança coletiva na zona do Golfo Pérsico. Prevê a formação de um grupo de iniciativa para preparar uma conferência internacional sobre segurança e cooperação na zona do Golfo, que levará à criação de uma organização para a segurança e cooperação na região. Além disso, Moscou trouxe uma iniciativa para criar zonas desmilitarizadas na região e propôs abandonar a implantação de grupos militares de Estados extra regionais e estabelecer linhas diretas entre os militares.


Com conteúdo TASS


5 visualizações