• Equipe Sputnik Consulting

Rússia trará de volta o avião de passageiros supersônico

Atualizado: Mai 21



Tupolev Tu-144

A United Aviation Corporation (UAC) desenvolverá o mais novo jato supersônico de passageiros da Rússia a partir de 2022, segundo o Ministério da Indústria da Rússia, mais de cinco décadas após o lançamento de viagens supersônicas com o soviético Tupolev Tu-144.O simulador de vôo que demonstrará as capacidades do novo jato deve ser desenvolvido dentro de três anos, disse Denis Manturov, chefe do ministério. Ele acrescentou que estudos e pesquisa serão realizados para melhorar as características aerodinâmicas da aeronave e aumentar a capacidade de carga. “Um trabalho sério terá que ser feito durante o mesmo período para preparar um pacote de documentos destinados a regular os processos de avaliação em conformidade com jatos de passageiros ultras sônicos”, disse Manturov. A Rússia lançou o primeiro avião de passageiros supersônico do mundo, o Tupolev Tu-144 fez seu vôo inaugural em 1968 e iniciou o serviço de passageiros em 1977. No entanto, operou por apenas um ano e foi considerado economicamente inviável e potencialmente inseguro. O mesmo aconteceu com a única outra aeronave similar, o Concorde franco-britânico, que realizou seu último vôo em 2003. No ano passado, enquanto assistia a um vôo de teste do novo bombardeiro estratégico Tu-160 da Rússia, o presidente Vladimir Putin sugeriu que uma versão civil de passageiros da aeronave supersônica poderia ter uma perspectiva comercial viável. Projetado pelo Tupolev Design Bureau na União Soviética, o Tu-160 é a maior e mais pesada aeronave supersônica Mach 2+ já construída, perdendo apenas para a o XB-70 Valkyrie em comprimento total.

#tecnologia

0 visualização