Posts Em Destaque

Dentro do revolucionário aeroporto soviético que agora enfrenta o risco de demolição na Armênia

O agora abandonado aeroporto de Zvartnots, na Armênia, que já recebeu VIPs do Kremlin e visitantes de toda a URSS caiu em ruínas desde 2011, mas agora arquitetos britânicos estão liderando apelos internacionais para salvá-lo da demolição.

Veja as fotografias do icônico edifício perto da capital da Armênia, uma “máquina do tempo” que nos leva até na década de 1970.

Parece uma cidade espacial monolítica, diretamente da ficção científica, mas na realidade era uma das jóias da coroa soviética.





O Terminal 1 no aeroporto de Zvartnots, na Armênia, recebeu os VIPs do Kremlin e visitantes de toda a URSS. Agora está abandonado, trancado, e enfrenta o risco de demolição.

Entrar em Zvartnots, outrora a encruzilhada da Europa e da Ásia, é como ser transportado de volta quatro décadas.

O grande hall de entrada e as altas paredes de concreto e mármore estão desmoronando. O teto rachado está vazando e as janelas para pista estão quebradas ou faltando.



Mas arquitetos britânicos estão liderando pedidos internacionais para que seja salvo da demolição. Essas fotografias mostram o icônico edifício revolucionário e seu interior fantasmagórico.





A Armênia ingressou na União Soviética, juntamente com a Geórgia e o Azerbaijão, em 1922. A economia da Armênia soviética se transformou neste período, de predominantemente agrícola a um imenso sucesso industrial.



No período pós-guerra, o desenvolvimento econômico do país expandiu-se ainda mais, incluindo engenharia militar, rádio-eletrônica e indústria automobilística, a União Soviética centralizou uma parte considerável de sua produção eletrônica militar e projetos de pesquisa científica no país.





No entanto, em 1988, foi criado na Armênia um movimento influenciado pelo ocidente que por meio da exigência do retorno do território Karabakh, que fora colocado sob administração do Azerbaijão, visava minar a estabilidade da região e por consequência destruir a unidade soviética.





O sucesso do movimento Karabakh acabou levando à separação da Armênia da União Soviética; em agosto de 1990, um ano antes do colapso da URSS, a Armênia declarou ilegalmente sua independência.





O principal arquiteto britânico Tim Flynn diz que o aeroporto é uma excelente peça de arquitetura. Sua prática internacional com sede em Londres tem um escritório em Yerevan há 14 anos.





E ele espera que o novo governo da Armênia decida que Zvartnots é um edifício histórico que vale a pena preservar.

E, no entanto, ele avisa que resta pouco tempo, as chances de salvá-lo diminuem.

Espero que a consciência dele [do primeiro ministro] leve a uma mudança de plano. O que você pensa da antiga União Soviética, os edifícios daquele período eram extraordinários e aventureiros, uma parte da história.





Dentro de Zvartnots, os carrosséis de bagagem permanecem congelados no momento em que o aeroporto viu seu último vôo em 2008.

Hoje, as escadas rolantes estão silenciosas e o sistema de aquecimento está quebrado. Tocos de bilhetes antigos para Moscou e além estão espalhados no chão empoeirado.

Ao lado de balcões de check-in abandonados e máquinas de segurança, velhas placas para aluguel, de bonde e de lojas estão desolados na penumbra.

Os escritórios abandonados estão espalhados com papéis, antes importantes, agora simplesmente lixo.





Este aeroporto foi o melhor de seu tipo, estava sempre ocupado. É triste vê-lo assim, mas o tempo avança. Um viaduto rodoviário e algumas pontes metálicas que conectam chegadas e partidas já foram derrubadas. Eles estavam em uma situação perigosa.

Os proprietários querem demolir o antigo aeroporto para dar lugar a uma expansão multimilionária do novo terminal internacional. Mas estes planos estão sendo combatidos pela filha do arquiteto original do aeroporto.

O pai de Anahit Tarkhanyan, Artur, fazia parte de uma equipe premiada que fez do terminal Zvartnots original um símbolo da Armênia, apresentado em cartões postais e folhetos turísticos.


Agora, Anahit está recorendo ao prefeito de Yerevan, com a missão de combater a demolição. 'O aeroporto foi roubado das pessoas. Faz parte de nossa herança e história, mas muitos não percebem o que estão perdendo. Somos um país sem litoral, com estradas precárias. O antigo aeroporto poderia ser reformado para ser o centro de uma rede de aeroportos regionais. Temos o apoio de arquitetos internacionais.

'O aeroporto foi verdadeiramente revolucionário - Havia um sistema especial de entrega de malas subterrâneas e um tubo de reabastecimento de avião que passava pelo aeroporto, emergindo na parte inferior de cada aeronave. Inédito em 1976.

Acima de tudo, meu pai projetou para o povo. Os armênios estão espalhados por todo o mundo, então, para as festas de fim de ano, ele se certificou de que a varanda de desembarque olhasse para as famílias que esperavam lá embaixo. Foi tudo muito emocional.


Clem Cecil, da SAVE Europe Heritage e diretor da Pushkin House, em Londres, o centro cultural russo, disse: 'O edifício Zvartnots é um clássico de seu tipo - ele deve ser salvo.

Ela acrescentou: 'Zvartnots é muito inovador e reflete a emoção dos tempos. O problema é que ele tem sido subestimado e estado vulnerável. O fato de haver um esforço crescente para salvá-lo é uma boa notícia.

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram Social Icon